top of page

Alimentar animal selvagem é fácil?


Alimentar por alimentar, realmente pode até ser um pouco mais fácil, mas alimentar de verdade, como realmente o animal merece e ao mesmo tempo nutrir e oferecer outros benefícios, é uma tarefa bem mais complexa.


Em meio aos estudos, buscando trabalhos, encontrei um bem interessante que aborda a complexidade do manejo alimentar de animais selvagens. ( Autoras: Fernanda Cupertino dos Santos Lima e Bruna Biava de Menezes - Fonte completa ao final do texto).


E nas considerações finais as autoras fazem importrantes observações:


O enriquecimento ambiental na alimentação é uma ferramenta de antiestresse, bem como, no favorecimento do desenvolvimento das funções biológicas e comportamentais naturais;


Para elaborar uma dieta equilibrada, o técnico deve conhecer de cada espécie os anseios:


- nutricionais;

- morfofisiológicos;e

- psicológicos.


Elaborar uma a dieta que irá se adequar:


- ao momento da vida;

- ao tipo cativeiro inserido (ex-situ ou in-situ);

- ao estado clínico,

- na palatabilidade,

- em alimentos livres de microrganismos;

- em quantidade e qualidade suficiente, digestível,

- ser de fácil obtenção; e

- o mais econômica possível.


Daí a importância de nunca pensar apenas no aspecto alimentação e sim em todas variantes envolvidas voltadas sempre para a saúde física e psicológica do animal.