top of page

Posso fazer vídeos capturando animais silvestres?


Assistimos nas redes sociais constantemente biólogos e veterinários fazendo vídeos capturando os animais.


Entretanto, muitos desses vídeos não são feitos por profissionais treinados e, em alguns casos, o próprio vídeo mostra o problema envolvido. Afinal, manejar uma serpente peçonhenta olhando para câmera ao invés de olhar para o animal é no mínimo irresponsável.


Além disso, esse tipo de divulgação parece não dar o devido crédito ao profissional responsável que se capacita e vai a campo estudar os animais. Então, vamos aos procedimentos necessários ANTES de ir para o campo capturar os animais.


1) Ter uma formação profissional que autorize estudar os animais. Imagine, por exemplo, que você é formado administração e de repente queira capturar animais. Não faz muito sentido! Então, o primeiro passo é ser um profissional com formação voltada ao estudo dos animais.


2) Passar pelo comitê de ética. Apesar de não ser um ponto essencial, cada vez mais é um tópico cobrado, principalmente pelas revistas científicas mais capacitadas. O uso indevido de animais é uma prática em extinção no meio científico. Afinal, se após meu estudo eu não consigo pulicar meus resultados, qual o sentido?


3) Ter uma licença ambiental. O profissional precisa demonstrar aos órgãos competentes os motivos de capturar os animais. No meu doutorado, por exemplo, tive que protocolar um projeto que tinham objetivos, os métodos utilizados e a quantidade de animais que vou precisar capturar. Além disso, demonstrar que o método utilizado para captura é o mais adequado para evitar qualquer dano aos animais.


Então, não capture os animais se você não possui uma licença para. Claro que cada caso é um caso, mas é importante conhecer os passos necessários em mente. Então, leia os regulamentos e mão na massa. Quanto mais pessoas capacitadas, melhor para os animais...