top of page

O poder da seleção sexual


Já ouviu falar o termo seleção sexual?


Assim como a evolução pela seleção natural, é um tópico bastante simples. Basicamente, como o objetivo final é deixar descendentes e propagar seus genes, a escolha dos machos pelas fêmeas podem, ao longo do tempo, gerar modificações nas populações de machos (morfológicas, comportamentais, etc.).


Recentemente, por exemplo, foi publicado um artigo (https://www.nature.com/articles/s41559-018-0751-8) com um sapo do Panamá (Physalaemus pustulosus), demonstrando que os animais aumentavam a complexidade do seu canto, tendo em vista que as fêmeas preferem machos que cantam de forma mais complexa.


Como os animais que cantam de forma mais complexa atraem mais predadores, devido à redução de predadores nas áreas urbanas, esses animais estavam mudando seu canto. Isso é um exemplo básico de duas forças atuando, a seleção natural e seleção sexual.


Vamos a um exemplo com as aves.


Gostaria de usar um exemplo de uma ave neotropical, mas não tenho conhecimento de um estudo experimental focado na avaliação desse aspecto (mas olhe a cauda dos machos de Tyrannus savana durante o período reprodutivo).


Estão, vamos olhar para uma espécie de passarinho africano (Euplectes progne). Nessa espécie, durante o período reprodutivo, os machos possuem caudas muito longas. Cientistas então pensaram em uma forma de avaliar como o tamanho da cauda tinha relação com o sucesso reprodutivo (aceitação pelas fêmeas).


Então, fizeram um experimento logicamente simples: capturaram os machos durante o período reprodutivo, alteraram os tamanhos de suas caudas (para tamanhos maiores ou menores) e mediram o seu sucesso em conquistar as fêmeas.


Esse estudo mostrou que as fêmeas preferiam caudas maiores. Logo, o tamanho da cauda dos machos está diretamente ligado a preferência das fêmeas. Ou seja, uma característica morfológica dos machos foi sendo alterada ao longo do tempo pela preferência das fêmeas (seleção sexual).


Pensem em qual características exuberantes nós observamos nas aves que podem ter sido selecionadas pelas fêmeas.